A Filipa não ia a bailes. Mas decidiu ir ao baile de verão de São Silvestre. E foi aí que conheceu o Bruno.
Sete anos depois, nas escadas da imponente Sé Nova de Coimbra, os amigos deram o grito académico pela união dos dois. E o resto é festa!

 

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *